segunda-feira, setembro 25, 2023
spot_img
InícioAPLBAPLB conquista avanços em reunião com a Secretaria Estadual de Educação

APLB conquista avanços em reunião com a Secretaria Estadual de Educação

Em reunião da APLB com a Secretaria de Educação na tarde da última quarta-feira (01/03), a APLB colocou sobre o retrocesso que significa o novo ensino médio e reafirmou a posição da APLB- Sindicato pela revogação dessa política, que considera de exclusão, em especial dos alunos/as da escola pública. “Há uma necessidade de intervenção pedagógica em atenção aos alunos/as do terceiro ano do ensino médio, que vão enfrentar o vestibular esse ano e são várias as dificuldades de aprendizagem, aprofundadas pela pandemia e precarizadas diante do novo ensino médio”, disse o professor Rui Oliveira, coordenador-geral da APLB-Sindicato.

A APLB defendeu ainda um amplo debate sobre esse tema e ficou encaminhado a construção de um Seminário Estadual para debater o novo ensino médio, itinerários formativos, etc. A ideia é um debate em uma linha crítica que combata as desigualdades sobre as quais estão submetidas nossos alunos/as e afetando direitos dos/as profissionais da educação.

Além desse ponto de pauta, a APLB abordou sobre a Educação Integral, salientando a falta de professores/as, a importância de manter de forma qualificada as unidades que estão sendo inauguradas e ampliar esse instrumento de política pública. Também foi pontuado sobre a Educação de Jovens e Adultos, no sentido de garantir formação para os professores/as que atuam nessa modalidade. A SEC informou que está construindo um projeto de formação e que vai contemplar essa questão, bem como alfabetização para os alunos/as da EJA e ampliação das matrículas.

No que se refere à Coordenação Pedagógica, foi tratado sobre a importância do fortalecimento do Pedagógico, o que inclui combater os desvios de função, pois a Coordenação Pedagógica é para gestão do Pedagógico; Garantia de tempo para planejamento da formação continuada e permanente da docência, bem como demais ações que competem à coordenação; verificar as denúncias de coordenação pedagógica, 40 horas, sofrendo assédio para atuar nos três turnos, tendo uma carga horária definida, bem como lotação, desrespeitando o manual de programação de carga horária.

A APLB reconhece a demanda das escolas por coordenação pedagógica, e por isso, defende que a lotação seja feita de acordo com o porte da escola; e, liberação dos pedidos para licença prêmio fruição da Coordenação Pedagógica, considerando que esse segmento não recebe pecúnia, então que os pedidos para fruição sejam atendidos. Sobre isso, ficou encaminhado que seriam atendidos, em atenção a uma cota anual, e que a APLB passaria as situações para verificação da SEC, sobre pedidos indeferidos para serem revistos.

Dentre os encaminhamentos, ficou agendado uma reunião no dia 07/03, 16h30 com a Superintendência de Educação Básica, para tratar de pontos de pauta do Pedagógico. Ficou confirmado a publicação da Comissão de eleição de gestores no dia 06/03 e confirmada a reunião de sexta, dia 03/03 com o Governo para tratar sobre o Piso, Geap e Plano e Carreira.

Acompanhem as redes da APLB- Sindicato!!!

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -...

Most Popular

Recent Comments