APLB convoca e categoria comparece em massa no Ato pela Mobilização Nacional da Educação

0
116

A APLB convocou e a categoria compareceu em massa na manhã desta quarta no ato na Praça da Piedade, pelo Dia Nacional de Paralisação da Educação. Nossa luta é pelo cumprimento do piso do magistério, valorização da categoria e contra os ataques à educação protagonizados por Bolsonaro, como o novo Ensino Médio e a militarização das escolas.

Entidades como Assufba, representantes de organizações estudantis, da deputada Federal Alice Portugal (PCdoB), além do vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), o deputado estadual Hilton Coelho (PSOL), e diversas outras entidades estiveram presentes no ato engrossando a mobilização da Educação. Os educadores indígenas também fortaleceram o movimento! Os atos, chamados pela CNTE, ocorreram em todo o país! No interior do estado da Bahia os profissionais organizaram atos e também foram às ruas!

As principais reivindicações são as seguintes:

– Cumprimento do piso do magistério 2022 (R$ 3.845,63 e 1/3 de jornada extraclasse) em todas as redes escolares.

– Regulamentação do piso salarial dos profissionais da educação (art. 206, VIII da Constituição Federal).

– Valorização dos planos de carreira, contratações por concurso público e contra a Terceirização na educação.

– Revogação do “Novo Ensino Médio” excludente e de formação minimalista dos estudantes.

– Contra a Militarização escolar, o homeschooling (educação domiciliar) e a Lei da mordaça (Escola sem Partido).

#16MEducação #aplbdeluta

Confira  no vídeo abaixo as explicações do coordenador-geral Rui Oliveira sobre a luta da categoria nas redes municipal e estadual e o encerramento do ato com todos e todas em uma grande roda unidos pela Educação.

Fotos: Getúlio Lefundes/Adriana Roque e Márcia Luíza

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.