Curaçá, Uauá, Remanso, Sento-Sé, Campo Alegre de Lourdes e Canudos são beneficiados pelo Projeto Cisternas do Constesf

0
222

O Projeto Cisternas, desenvolvido pelo Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf), está em mais uma etapa de execução. Nesta nova fase, foi concluída em Canudos a construção de 150 cisternas de cisternas de consumo humano, com capacidade para armazenar até 16 mil litros de água.

Os municípios de Curaçá e Uauá receberão 200 cisternas, a construção está em fase inicial. Em Campo Alegre de Lourdes já estão sendo construídas 24 cisternas, um trabalho que garante acesso à água de qualidade às famílias de baixa renda em comunidades rurais, permitindo que tenham água potável em períodos de seca.

De acordo com o coordenador do Projeto, Mauro Macedo, barreiros-trincheira com capacidade para armazenar até 500 mil litros de água também estão sendo construídos. “A entidade contratada pelo Constesf além de estar construindo cisternas nesses municípios está construindo 50 barreiros em Remanso e 24 barreiros em Sento-Sé. Essa tecnologia social é usada na produção agrícola e criação de animais, garantindo renda mesmo em tempos de seca”, informou.

Segundo o Presidente do Constesf, o Prefeito de Canudos Genário Rabelo, o Projeto cisternas está cumprindo o objetivo de universalizar o acesso a água no Território do Sertão do São Francisco. ” O Constesf já entregou mais 3.200 tecnologias como cisternas de consumo humano, cisternas de produção a e barreiros trincheira. Este projeto vem sendo desenvolvido desde 2015, através de convênio com o Governo Federal e vem garantindo às famílias do Território o acesso à água no período de estiagem, através da captação e armazenamento de água nos períodos de chuva”, disse. Texto: Jacqueline Santos/Ascom Constesf

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here