Família de assegurada do PLANSERV acusa o plano de querer deixá-la internada sem medicação por 3 dias

0
225

A família de Luzia da Rocha Braga acusa o Plano de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado da Bahia – PLANSERV de querer manter a paciente internada em Juazeiro sem medicação, para poder ser avaliada após 3 dias. Os familiares prometem acionar o Ministério Público – MP para formalizar uma denúncia e buscar uma solução urgente para o caso.

‘Mais uma vez tivemos problema com o atendimento à minha irmã, Luzia da Rocha Braga, professora aposentada da Rede Estadual de Ensino da Bahia, residente em Casa Nova que, ontem, de repente descobriu que estava com a boca torta e hoje, a levamos à urgência da PRÓ-MATRE, sendo que mesma possui o PLANSERV e, pela manhã a mesma foi bem atendida e, em seguida a encaminharam para o Hospital Regional, dizendo que lá teria um neurologista e ao chegar lá, descobrimos que não haveria essa especialidade médica, então, passou por um clínico geral e, sabendo que ela tinha plano, disseram que teríamos levá-la de volta e ao chegar novas dificuldades, como por exemplo iriam interná-la mas ela ia ficar sem medicação e só seria avaliada depois de dois ou três dias e isso é um descaso é um descaso e não aceitaremos. Hoje estaremos procurando o MP para que possamos denunciar tais abusos, pois quando se paga um plano de saúde é com o desejo de ser bem atendido em nossas necessidades. Vale ressaltar que no Regional a mesma foi bem atendida, porém lá não possuía neurologista e nem poderia ser atendida pelo SUS, visto que a mesma possuía plano de Saúde. Ante o exposto, solicitamos dos órgãos competentes, urgência na resolução deste problema que afeta a nossa família”. – Desabafou, um dos familiares.

Da Redação. Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here