Barrados na Escola. Governo da Bahia fecha salas do ensino médio no Colégio Hildete Lomanto em Juazeiro e estudantes ficam à espera de matrícula

1
2678

Um início de ano nada agradável para gestores e professores do Colégio Estadual Hildete Lomanto de Juazeiro. Eles foram surpreendidos no fim de 2015 com a notícia de que a escola perderia turmas do ensino médio em 2016.

Por Josicleide Pereira – Correspondente na cidade de Juazeiro/BA.

A notícia chegou como uma bomba, já que segundo a direção, não houve uma consulta prévia a gestão do colégio por parte da Secretaria Estadual de Educação. A comunicação foi feita através de ofício, encaminhado pela Coordenação  de Reordenamento de Rede da Diretoria de  Atendimento e Planejamento de Rede Escolar – SUPEC/DIROE. A Coordenação de Reordenamento, diz no ofício que as salas foram fechadas por causa da baixa procura de alunos para as séries do ensino médio nos turnos vespertino e matutino da escola, nos últimos cinco anos.

O número mínimo por turma exigido pela Secretaria de Educação para que a sala funcione é de 20 alunos. No horário Vespertino do Colégio Estadual Hildete Lomanto, de acordo com os números apresentados pelo o Estado, à quantidade de alunos que se matricularam diminuiu nos últimos cinco anos. Mas Direção e Professores discordam da Secretaria de Educação em relação ao horário matutino. E dizem que o acordo era fechar apenas as turmas do ensino médio no horário da tarde.

“Não houve comunicação anterior, simplesmente os alunos que foram se matricular ou renovar matrículas receberam notificação no comprovante deles, que não existia mais o Ensino Médio”, disse a Professora Andrea Cristina Valeriano.  O Acordo  era fechar o turno vespertino , por causa da demanda de alunos e não de fechar  o ensino médio da Escola toda.” Complementou a Professora. Segundo Andrea Cristina, se o Governo não reabrir as salas do Matutino, “muitos professores ficarão excedentes, o que o Estado vai fazer com tanto professor excedente?” Questiona a professora.

DEMANDA DO ENSINO MÉDIO NO MATUNINO

De acordo com uma comissão formada por professores e gestores, a escola dispõe de uma lista, com nomes de alunos que querem se matricular, que daria para formar três turmas do ensino médio no turno da manhã. Por isso, a comissão está tentando convencer a Coordenação de Reordenamento de Rede Escolar, a reabrir as matrículas para essas turmas.

A primeira tentativa da comissão foi ainda no ano passado. A equipe protocolou um ofício no NRE 10, Núcleo Regional de Educação em Juazeiro (antiga DIREC) e também enviou o documento a Secretaria da Educação da Bahia solicitando o desbloqueio das turmas, mas o pedido foi negado. No dia 08 de Janeiro deste ano, novo documento foi enviado para o NRE 10 e também a Secretaria de Educação, novamente pedindo a reabertura das turmas. Dessa vez, não veio nenhuma resposta. Porém, a matrícula não foi aberta para as turmas do ensino médio. Diante da situação, uma comissão de professores procurou apoio da APLB. Sem sucesso.

OUTRAS ALTERNATIVAS

Não satisfeitos, professores e gestores fizeram um abaixo assinado, com a participação do corpo docente da Escola e de Pais de alunos e entregou ao Deputado Estadual Crisóstomo Lima (Zó) – PC do B, para que o mesmo intervisse junto ao Secretário de Educação do Estado, Osvaldo Barreto. A Escola ainda não recebeu nenhuma resposta do Deputado em relação ao pedido.

Na última quinta-feira (21), a comissão buscou uma outra alternativa para tentar reabrir as matrículas para o ensino médio no horário matutino do Colégio Hildete Lomanto. A equipe formada por professores e gestores da Escola se reuniram com o diretor regional do NRE 10, Adailson Barbosa e pediu que ele também intervisse junto a Secretaria da Educação do Estado. A equipe argumentou que tem uma lista com nomes de alunos à espera da matrícula que dar para formar três turmas, no horário da manhã, com pelo menos 26 alunos cada. O mínimo exigido pela Secretaria de Educação são 20 alunos por turma.

O diretor do NRE 10 consultou as escolas Rui Barbosa, Cecílio Matos e Colégio Militar, que fazem parte da mesma área do Colégio Hildete Lomanto, para saber se esses alunos poderiam ser matriculados nestas escolas. Como não há mais vagas nestes colégios, Adailson Barbosa pediu que essa lista fosse enviada pra ele, contendo nome dos alunos, número da identidade ou da matrícula do ano passado, no caso de ser aluno já da escola. A equipe enviou o documento ainda na tarde da quinta-feira (21), mesmo dia da reunião com o diretor, e agora aguarda uma decisão.

Para a comissão formada por professores e gestores, o fechamento do Ensino Médio implica e muito na vida da clientela do Colégio Hildete Lomanto que é abrangente, oriunda de bairros próximos e distantes, como também do interior do município, a exemplo das comunidades do Riacho da Massaroca, Rodeadouro e Agrovale, que procuram esta unidade escolar, devido à facilidade para pegar ônibus e por ser uma área central da cidade. Para a professora Andrea Cristina Valeriano, “a demanda é muito mais por esses alunos que pegam o ônibus do interior de Juazeiro e que descem no centro. E trabalham no centro. Trabalham de manhã e estudam à tarde, trabalham a tarde e estuda de manhã. É um acesso muito importante para o aluno que estuda o Ensino Médio no centro”.

A professora Lêuda Fernandes Ferreira, comenta: “a situação é complicada porque nós ficamos em sexto lugar no ranking do ENEM no ano passado e de uma hora pra outra fechar o Ensino Médio? A gente não entende. Todo trabalho que a gente fez não valeu a pena? Não foi significativo já  que a Escola não vai continuar com o Ensino Médio? É esse questionamento  que nós fazemos a Secretaria de  Educação do Estado” – desabafa.

1 COMENTÁRIO

  1. Não é só o Hildete Lomanto não…O descaso também está acontecendo no Bairro Dom José Rodrigues. Os alunos do 7°ao 9° anos do fundamental estão sem saber onde estudar. A prefeitura assinou convenio com estado da bahia que transferiu todo o fundamental para o município. Mas a Secretaria autorizou a Escola Municipal Dom José Rodrigues apenas que fossem matriculados apenas os alunos do 6° ano. Resultado oestado agora so responde pelo Ensino Medio no bairro e os pais dos alunos que fizeram renovação d matricula no Cemas e no Antonilio, escolas estaduais, não sabem ondenos filhos vão estudar. Quero saber o que o prefeito e o estado vão fazer….E as matriculas no estado encerram hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here