Protesto contra Reforma da Previdência estadual ocupa a Assembleia Legislativa

0
198

A APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação, entidades de diversas categorias e centrais sindicais ocupam a entrada da Assembleia Legislativa da Bahia na manhã desta segunda-feira (13). O movimento coletivo que conseguiu reunir grande número de servidores continua com os protestos até a próxima quarta-feira (15). O objetivo das manifestações, segundo o coordenador-geral da APLB-Sindicato, o professor Rui Oliveira, é a retirada da PEC 158 da pauta. “Vamos forçar o diálogo junto ao governo do Estado e continuar com as manifestações. O movimento está estruturado e firme e estão surgindo novos encaminhamentos”

Ação Popular

Membros do Fórum de entidades que lutam em defesa da aposentadoria dos servidores públicos deram entrada em uma Ação Popular contra a PEC 158. A ação questiona a urgência da votação, que poderia acontecer até junho. “A convocação extraordinária durante o recesso da Assembleia Legislativa gera custos para os cofres públicos, o que é desnecessário e injustificável. Causa estranheza às entidades ligadas ao movimento, o governador Rui Costa fazer isso depois da Assembleia ter que pedir complementação orçamentária para fechar as contas” afirmou Rui Oliveira.

Ainda segundo os sindicatos, as mudanças na previdência para estados e municípios estão previstas na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) paralela à reforma da previdência, que ainda tramita no Congresso Nacional.

Agora, segundo Rui Oliveira é aguardar a posição do juiz da 8ª Vara de Justiça mas, continuar firme nas mobilizações que têm contado ainda com diversas caravanas de professores de todo o interior do estado. Rui ainda acrescenta que essa postura do governador Rui Costa é autoritária porque não busca o diálogo com as entidades que representam a categoria. “O movimento não vai parar! Estamos em grande número na Assembleia Legislativa da Bahia e a nossa proposta é ficar aqui lutando até a retirada da PEC 158”, afirma Rui.

Outros encaminhamentos

A tramitação da PEC 158 foi suspensa pela Justiça no último sábado (11), como resultado da mobilização e pedido da APLB e de outros sindicatos. O pedido da suspensão foi feito pelo deputado estadual Hilton Coelho.

Festa do Bonfim

Os servidores garantem estar em massa na Lavagem do Bonfim, próxima quinta-feira (16/01), para protestar contra o projeto de Reforma da Previdência do governador Rui Costa. Os sindicatos estão se organizando para dar continuidade às manifestações durante o festejo cultural, denunciando à sociedade às perversidades contra os servidores do estado. O ponto de encontro será na Praça da Inglaterra às 7h30.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here