FHC: “esse governo é pior do que eu imaginava”

0
192

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB/SP) afirmou que o governo Bolsonaro é pior do que ele imaginava quando ganhou a eleição, em outubro de 2018. “Acho que piorou no seguinte sentido: não vi nada [nestes três meses de governo]”, disse o tucano.

“Por que ele foi eleito? Ele falou temas que sensibilizaram: violência e corrupção, basicamente. Temas que pegaram a onda. Mas ele não disse ‘eu vou fazer um Brasil de tal a qual modo’. Tanto que agora ele não sabe o que vai fazer. Vai mudar o quê?”, disse.

Segundo o ex-presidente, o governo está sem rumo. “Não vejo organização no Congresso para isso”, acrescentou.

Ao comentar a apresentação do ministro Paulo Guedes (Economia) no Senado, Fernando Henrique avaliou que, além de não ter um projeto para o país, falta ao governo competência para se relacionar com o Congresso.

“Ele (Guedes) dizia coisa com coisa, né? Abstratamente. Agora, quando chegava o negócio da política, ele dizia ‘mas não é meu terreno’. Como não é seu terreno? Ou tem o terreno da política ou não existe a transformação do governo num objetivo e num processo. Só se transforma num processo quando você atua sobre os outros e tem o consentimento, a adesão dos outros”, observou em entrevista ao site BBC News Brasil ao ser indagado sobre os primeiros três meses do governo.

O ex-presidente disse que, em relação a outros setores, também “você não vê nada”. Ele criticou, por exemplo, a Escola Sem Partido. “Sou contra isso aí. Mas a ideia do Escola Sem Partido é outro partido. Então, você vai tirar o evolucionismo e botar o criacionismo… Tenha paciência”, apontou.

FHC condenou o vídeo divulgado pelo Planalto defendendo a ditadura de 64. “Você dizer hoje que não houve ditadura, que não houve um movimento de controle da liberdade, é completamente desassisado [desatinado, desvairado, ensandecido]. Por que se diz? Porque a política não é feita por historiadores, é feita por personagens ativos, incentivando o medo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here