1° Circuito de Dança na Periferia é lançado em Petrolina-PE

0
12

Ao som de gritos de empolgação e palmas no ritmo da música, assim foi a recepção dos alunos da Escola Municipal Professor Nicolau Boscardin ao 1° Circuito de Dança na Periferia. A primeira atividade do projeto no Bairro Fernando Idalino aconteceu neste sábado (25) pela manhã, quando foram apresentadas coreografias de danças urbanas pelo grupo H2Om Crew, atendendo mais de 300 crianças e jovens da comunidade.

Esse é o primeiro ciclo do circuito na cidade, que continua com atividades na escola durante dois meses, incluindo oficinas, apresentações e mostra pedagógica. Estudantes de 04 a 13 anos terão a possibilidade de, além de assistir trabalhos de grupos de dança profissionais e conversar com eles, experienciar a criação artística em aulas de diversas linguagens e ritmos.

Foto: Thierry Oliveira / Abajur Soluções

A gestora da unidade, Maria Lúcia Gomes Pereira Lima, disse esperar que o projeto colabore com a dinâmica da escola para atrair mais o interesse dos estudantes.  “A criança gosta disso, de movimento, de coisa diferente. A dança tem esse poder. Aqui é uma escola de uma comunidade carente de muitas coisas e a gente tem enfrentando um problema sério de indisciplina. Eu vejo esse projeto como uma oportunidade de trazer mais a atenção dos alunos”, afirma.

Depois de assistir a apresentação do grupo, o público teve uma conversa para conhecer melhor sobre o trabalho que o H2Om desenvolve. Durante o bate-papo, foi explicado sobre a cultura do Hip Hop, que une dança e outras linguagens. O coreógrafo Vitor Vondutch disse achar muito importante uma programação de dança nos bairros. “O Hip Hop é um movimento que surge na periferia, então não há nada mais interessante para a gente do que dançar aqui”, comentou.

Foto: Thierry Oliveira / Abajur Soluções

Atividades no Bairro Fernando Idalino

O 1° Circuito de Dança na Periferia continua com ações na Escola Municipal Professor Nicolau Boscardin até o dia 11 de outubro. De 28 de agosto até 10 de outubro, acontecem três oficinas de dança, sempre de terça a quinta-feira. Mais um grupo se apresenta na escola no dia 15 de setembro, a Cia. de Dança do Sesc Petrolina com o ‘Eu Vim da Ilha’, às 19h, aberto para toda a comunidade do Bairro Fernando Idalino. As atividades se encerram com uma mostra pedagógica, quando os alunos apresentam os resultados das aulas.

Nos ciclos de atividades seguintes, o circuito deve chegar aos bairros José e Maria (na Associação das Mulheres Rendeiras), Rio Corrente (no Cine-teatro CEU das Águas) e João de Deus (no Centro Paroquial). Os grupos parceiros que se apresentam são a Cia. de Dança do Sesc Petrolina, a Confraria 27, o Coletivo Trippé, a Cleybson Lima Produções, o Coletivo Incomum, o  H2Om Crew, e a própria Cia. Balançarte, realizadora do projeto.

 

Por Adriano Alves / Agência Virabólica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here