APLB-SINDICATO e SINDSEPS realizam ato unificado em frente ao shopping da Bahia

0
98

Os trabalhadores em Educação da rede municipal de Salvador, que completam nesta quarta-feira, 1º de agosto, 22 dias de greve, mostraram mais uma vez a sua unidade e disposição de luta e participaram do Ato Unificado dos Servidores Municipais, promovido pela APLB-Sindicato, legítima representante dos trabalhadores em Educação do Estado da Bahia, e o Sindseps – Sindicato dos Servidores Públicos de Salvador, realizado na manhã desta quarta-feira, na região do Shopping da Bahia (antigo Iguatemi). O ato contou com o apoio e participação de parlamentares representantes da Comissão Suprapartidária que acompanha o movimento dos trabalhadores, como a vereadora Aladilce Souza (PCdoB) e o vereador Hilton Coelho (PSOL).

Foi mais uma grande manifestação dos educadores municipais, desta vez ao lado das demais categoriais de servidores municipais, que também entraram em greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira, 31 de julho, para protestar contra a política de arrocho salarial do prefeito ACM Neto, cujo autoritarismo e falta de diálogo empurrou os servidores para a greve. O ato teve como objetivo também, continuar buscando o apoio da população de Salvador para o movimento e colher assinaturas para a campanha “Eu assino pela Educação”, um abaixo assinado cobrando do executivo municipal a reabertura das negociações e o fim do impasse. “Cadê o reajuste que até agora não chegou?”, gritaram os servidores em alto e bom som, em busca de uma resposta positiva da gestão municipal.

Durante a caminhada, que congestionou o transito na região, os guerreiros e guerreiras da Educação mostraram a sua força e determinação e mais uma vez provaram ser uma categoria de luta. Durante a manifestação os educadores aproveitaram para passar os abaixo-assinados, tanto no stande instalado na praça como  ao longo da caminhada, cujo trajeto deu a volta pelo viaduto da Rodoviária e retornou pela Avenida ACM, mostrando força, disposição e a certeza de que a categoria não foge à luta!

ASCOM APLB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here