Vereadores aprovam projeto que beneficia servidores da área da saúde em Petrolina

0
565

Mesmo com uma sessão tumultuada, os vereadores da Casa Plínio Amorim em Petrolina, conseguiram aprovar por 11 votos, o Projeto de Lei que regulamenta a carga horária dos técnicos e enfermeiros do município.

A Casa, que registrou grande números de servidores na platéia, foi palco para discussões acirradas entre os vereadores da situação e dos que fazem oposição ao Governo Municipal.

A confusão começou após o presidente ter comunicado que não haveria sessão nesta quinta. O parlamentar Alvorlande Cruz (PHS) apelou para que os projetos retirados de pauta, da sessão anterior, não fossem também votados na plenária de hoje.

O seu pedido foi imediatamente rejeitado pelo vereador Pérsio Antunes (PMDB), que esclareceu assim sua posição:

” O vereador Alvorlande Cruz, que é do governo, solicitou que retirasse porque tinha algumas coisas para discutir, para a próxima sessão. Hoje nós vinhemos para a sessão, tem os projetos para votar de interesse da sociedade, tem o projeto aí dos enfermeiros,  para redução de carga horária, para regulamentação da carga horária, e agora o governo quer tirar por que não quer apoiar essa categoria que é sofrida, que vive massacrada, com salários baixos, com condições de trabalho inadequadas e sem dignidade de trabalho, portanto eu não aceito esse tipo de jogada”, afirmou Pérsio.

Em reposta o vereador Alvorlande Cruz confirmou ter solicitado a retirada do projeto e que estaria faltando humildade ao colega Pérsio Antunes.

” O vereador Pérsio Antunes sentou com alguns colegas dele para que houvesse a sessão que o presidente Osório tinha suspendido. O que nós pedimos a ele é que como havia o entendimento para que os projetos não fosses votados hoje, então nós pedimos para que os vereadores apreciassem as matérias na próxima sessão. Pedimos ao vereador somente que ele tivesse a humildade, a serenidade, que está faltando um pouco em meu amigo Pérsio no sentindo de colocar para votar na próxima sessão, mas o vereador acha que o colegiado é ele, eu acho que quando você sobe demais em um muro você termina caindo, ninguém mais respeita o vereador do que eu”, alfinetou .

A discussão permaneceu assim durante quase toda a manhã. Mas o Projeto de lei nº 045/2015, que dispõe sobre a regulamentação da jornada de trabalho dos enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem, em 30 horas semanais de autoria do vereador Pérsio Antunes, saiu aprovado.

Agora, o projeto seguirá para a Prefeitura Municipal de Petrolina, onde será avaliado pelo Prefeito Julio Lóssio (PMDB).

Com Informações de Waldiney Passos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here