Secretaria de Saúde de Juazeiro cria What’s App contra a Dengue

0
543
Aedes aegypti

A Secretaria de Saúde de Juazeiro, por meio do setor de vigilância epidemiológica do município disponibilizou o número (74) 9 9198-3057, específico para receber denúncias e pedidos de vistoria nas residências para troca de informações através do aplicativo What’s App.

Por Daniela Duarte/ SESAU

Mais uma ferramenta de combate aos focos do mosquito *Aedes aegypti*, através de mensagem de texto, áudio ou vídeo, a qualquer hora.

A ação se chama “Denguezapp” e através do aplicativo, a população envia fotos e vídeos de locais possíveis focos do mosquito transmissor da Dengue. As denúncias são repassadas para as equipes de combate às endemias, que
fazem a vistoria nos locais indicados pelos contatos via What’s App.

De acordo com o Diretor de Vigilância Epidemiológico, Klynger Farias, o aplicativo também servirá para tirar dúvidas sobre a doença e solicitar a visita dos agentes. “O recurso ajudará no trabalho de combate ao mosquito transmissor da Dengue e da Febre Chikungunya. Precisamos da colaboração de todos no combate ao mosquito. O What’s App foi uma estratégia que encontramos para tornar mais fácil o envio das informações pela população”, explicou.

A interação instantânea com o operador do canal de relacionamento será apenas em horário comercial, de segunda a sexta-feira. Fora esta iniciativa, outro canal de comunicação para combate ao mosquito foi criado no Facebook com o grupo ‘Todos contra a dengue-juazeiro-ba’.

A Secretaria de Saúde ainda destaca que, quem não tiver acesso ao What’s App, poderá entrar em contato através do disk denúncia 74 3612-3763, também em horário comercial.

Ações de controle

A secretaria também realiza o Programa de Controle de Muriçoca e combate a dengue (Aedes Aegypti), realizado semanalmente nos bairros e nos canais que cortam a cidade. A ação, que vai desde a aplicação do larvicida, inseticidas até a passagem do carro fumacê em todo o município, atinge canais, vegetação, fossas, dentre outros ambientes onde existem focos de larvas e da muriçoca.

As equipes técnicas trabalham com o fumacê das 18h às 20h30 em 54 áreas divididas no município, onde atuam na eliminação dos focos, bem como o controle e o trabalho de orientação junto à comunidade. A ação é realizada em vistorias diárias, casa a casa, na zona rural e urbana.

De acordo com o setor epidemiológico de Juazeiro, 396 casos de dengue foram confirmados até o momento no município, da Chikungunya em 2014 foram 8 casos confirmados e neste ano foram 17 (8 descartados e 9 em investigação), da Zika 30 casos suspeitos em 2015, mas todos foram descartados.

No momento, são investigados pelo setor de vigilância Epidemiológica do município, 03 casos de microcefalia em bebês que nasceram na Maternidade Municipal de Juazeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here